Quero minha água de volta

Quero minha água de volta

Preço
R$ 35,00

Calcule o Frete
Compartilhe:

Autora: Fabiana Figueira Corrêa

Ilustrador: Arthur Abreu

Baseado na obra "Água, recurso vital que deve ser preservado", de Adílson Santiago Pires

28 páginas

ISBN: 9788578841935

Sinopse:

 

Publicação com imagens e informações para a economia de água, com linguagem simples e destinada aos alunos da 1ª. a 5ª. série do ciclo 1.

Este livro nasceu da preocupação com 3 graves problemas que estão ameaçando a sobrevivência das pessoas e do planeta : as mudanças climáticas , a crise hídrica e as viroses causadas pelo mosquito Aedes aegypti.

Antes do inicio da revolução industrial a produção de energia elétrica , alimentos e bens de consumo era realizada artesanalmente com pouca agressão ao meio ambiente. A partir de 1850 o crescimento da população exigiu o desenvolvimento de processos e máquinas para aumentar a escala da produção, e assim atender ao aumento da demanda da população. Este crescimento exigiu um acréscimo do consumo de combustíveis fósseis, principalmente do carvão e do petróleo. A queima destes combustíveis resulta na emissão de gases estufa para a atmosfera, cujo principal componente é o dióxido de carbono (CO2). O acumulo desses gases na atmosfera dificulta o retorno ao espaço dos raios solares que atingem a superfície terrestre. Como resultado a temperatura do meio ambiente vem aumentando e provocando alterações climáticas no planeta, tais como secas prolongadas e inundações, ondas de calor,derretimento das geleiras com conseqüente aumento do nível dos mares e aumento do numero e da intensidade dos furacões, colocando em risco a sobrevivência  no planeta.

Estudo divulgado pela OMS e Unicef em 03.07.2015, indicou que 1/3 da população mundial, cerca de 2,4 bilhões de pessoas não tem acesso a água potável e a  saneamento básico.

Em 2014 e 2015 a região sudeste onde estão situados os estados de SP, RJ, MG e ES, foram castigadas por uma crise de abastecimento hídrico com prejuízos para a população, agricultura, atividades industriais e a geração de energia elétrica.

Dados divulgados em 2011 pelo Instituto Trata Brasil indicavam que o Brasil ocupava a 112ª. posição no ranking mundial em saneamento básico. Pesquisa divulgada pelo Sistema Nacional de Informações Sobre Saneamento Básico( base 2010), informa que menos de 46% do esgoto no país é coletado , e que deste total somente cerca de 38% recebem algum tipo de tratamento. Este cenário agravado pela falta de conscientização da população, favorece a propagação de doenças endêmicas, dentre as quais estão as viroses provocadas pelo mosquito Aedes aegypti, a dengue, a chicungunya e a zica vírus.

O objetivo desta publicação é fornecer informações ao publico infantil, para que eles possam se conscientizar e adotar medidas preventivas para amenizar estes 3 graves problemas relatados.

Peso (kg)
0,190